Menu fechado

Sobre o evento

O Seminário Internacional Geografia, Finanças e Desenvolvimento Desigual pretende reativar e ampliar as discusões no campo da geografia das finanças, bem como consolidar o debate interdisciplinar que o campo necessita. Os seguintes temas devem inspirar a submissão de resumos: finanças na periferia do sistema capitalista; mercados de capital e fluxos financeiros globais; a inserção do Brasil no sistema financeiro global; a geografia dos sistemas bancários; finanças corporativas e o território; agentes do Estado e processos de financeirização; agentes financeiros e desenvolvimento regional; cidades, mercado imobiliário e finanças; finanças alternativas e solidárias; financeirização da vida cotidiana.

O Seminário é organizado pelo Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana da Universidade de São Paulo e Global Network on Financial Geography — FINGEO (www.fingeo.net) — uma rede que une geógrafos e outros cientistas sociais de todos os continentes para estudar a espacialidade das finanças e seus impactos na economia, na sociedade e no meio ambiente.

O Seminário que ocorrerá em maio de 2019 será a sexta edição do FINGEO Global Seminar.

As edições anteriores seguiram a sequência:

 

Comissão Organizadora:

Fabio Betioli Contel, Mónica Arroyo, Marina Montenegro, Ana Elisa Rodrigues Pereira, André Pasti, Caio Zarino Jorge Alves, Carolina de Paula Pupo, Carolina Batista Israel, Igor Venceslau, Melissa Steda, Victor Zuliani Iamonti, Wagner Wendt Nabarro

 

Comissão Científica:

Adriana Bernardes da Silva (Universidade Estadual de Campinas), Dariusz Wójcik (Oxford University), David Bassens (Vrije Universiteit Brussel), Fabio Betioli Contel (Universidade de São Paulo), Fenghua Pan (Beijing Normal University), Hindenburgo Pires (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), Karen Lai (University of Singapore), Leila Dias (Universidade Federal de Santa Catarina), María Laura Silveira (Universidad de Buenos Aires), Marta Inez Medeiros Marques (Universidade de São Paulo), Martin Sokol (Trinity College Dublin), Mónica Arroyo (Universidade de São Paulo), Ricardo Mendes Antas Jr. (Universidade de São Paulo), Sabine Dörry (Luxembourg Institute of Socio-Economic Research), Sandra Lencioni (Universidade de São Paulo), Theodor Cojoianu (University College Dublin)